Pescando Robalo

Uma percepção diferente em Orientação Profissional na Adolescência.

Constantemente me deparo e observo em Orientação Profissional para adolescentes as diversas dúvidas existentes não só relacionadas à profissão como também sobre si.

 

O adolescente está passando por mudanças físicas e cognitivas, a chamada puberdade. É este um momento de conflitos e a busca da identidade.

 

Nessa fase o adolescente se depara com várias escolhas a fazer, sobre o futuro, sobre si,  e com isso gera ansiedade, inquietação e tristeza quando o assunto é, “o que vou ser quando crescer”.

 

Nas sessões semanais com adolescentes, percebo ser possível explorar essa fase e esclarecer as dúvidas a respeito das mudanças de comportamento que eles enfrentam. Tais esclarecimentos funcionam como um complemento à tantas questões relacionadas a esta fase da vida de um indivíduo que acaba de sair da infância e se depara com a escolha profissional.

 

Percebo que dentro do seting terapêutico o psicólogo não pode ficar preso somente à Orientação Profissional e sim precisa atuar para expandir as possibilidades, do adolescente referentes, á tão complexa escolha profissional de maneira a contribuir para a redução da ansiedade, tristeza e questionamentos que ocorrem por de traz dessa busca da identidade.

 

Uma intervenção adequada nessa fase da vida pode contribuir para que esse adolescente se torne um jovem mais seguro e responsável em suas escolhas.